Dicas

O e-passaporte foi apresentado para razões de facilitação?

As razões por trás deste mito é mais ou menos essa: com os e-passaportes os governos podem introduzir controles de fronteira automáticos para facilitar a passagem de viajantes por suas fronteiras. Isso leva a uma economia de dinheiro, mas também a uma diminuição nos padrões uma vez que de alguma forma os criminosos enganam os sistemas biométricos com cirurgia plástica, lentes de contato ou impressões digitais de borracha. Todo o sistema se torna uma "evidente falha de segurança".

O e-passaporte foi primeiro apresentado para combater a falsificação. Entretanto, uma consequência direta do passaporte mais seguro, com seu vínculo definitivo com seu detentor, é que o controle de fronteira automático que torna-se possível. Pesquisando os sistemas sendo introduzidos, a característica principal é que todos eles estão sendo estabelecidos com cuidadosa consideração à segurança, que é o ponto principal. Por exemplo, testes que provem a "existência de vida" são comuns para reagir contra tentativas de enganar o sistema.

Veja também:
- O e-passaporte substitui as autoridades de fronteira?
- Os e-passaportes variam de país para país?

Cortesia do Keesing Journal, 2009

Avalie esta dica: 
Visitas: 
2501
Classe: 
5
  • Comentar
  • Comentários [0]

Comentar

To prevent automated spam submissions leave this field empty.
By submitting this form, you accept the Mollom privacy policy.

Não há comentários.


Conteúdo relacionado


Notícia [0]

Sem resultados estão disponíveis com estes critérios.

Foco [1]


Se você não encontrara resposta que você está procurando...

Faça sua pergunta