Um chip que não está funcionando invalidará o e-passaporte e não conseguirei entrar?


A ICAO (Organização Internacional de Aviação Civil) declarou de forma definitiva que um e-passaporte com um chip que não funciona deve ser considerado como um documento legítimo de viagens, e o detentor não deve ter a sua entrada recusada com base somente nisso. Foi reconhecido que uma pequena porcentagem dos chips falhará devido a causas naturais. A maioria das autoridades de fronteira aconselhará que um e-passaporte com um chip defeituoso deve ser substituído o mais rápido possível.Entretanto, também é reconhecido que criminosos, descobrindo que eles não conseguem alterar o chip, o destruirão em vez de arriscar serem detectados. Autoridades de fronteira portanto, verificarão um e-passaporte com um chip defeituoso muito cuidadosamente, procurando sinais de alteração. Portanto, os bloggers que aconselham a desativação do chip (por exemplo, ao o atingir com um martelo) devido a um medo equivocado de serem rastreados ou algo parecido, devem observar que esta ação pode levar a algumas dificuldades em fronteiras se a alteração for detectada. Veja também, Qual é a tecnologia usada em e-passaportes? Cortesia do Keesing Journal, 2009

0