passaporte eletrônico

Qual é a diferença entre um Passaporte Legível por Máquina e um e-passaporte?

A maioria dos passaportes em todo o mundo são Passaportes Legíveis por Máquina (MRP), significando que existem informações impressas na página de identificação (também conhecida como a página de dados) que podem ser lidos por um leitor ótico. A principal vantagem de MRPs era o processamento mais rápido de passageiros na chegada por autoridades da imigração. Um passaporte eletrônico, ou e-passaporte, é o mesmo que um passaporte tradicional com a adição de um pequeno circuito integrado (ou chip) embutido em uma das capas ou páginas.
Brasil

Escudos ou capas metálicas protegem contra acesso não autorizado?

O chip do e-passaporte não pode ser lido se o livreto for colocado em uma capa metálica. A capa forma um gaiola de Faraday que impede que as ondas de rádio alcancem a antena do chip. Um escudo metálico, como um metal inserido em uma página, é efetivo à medida que desativa a antena e a impede de ressoar na frequência das ondas de rádio.
Se as ondas de rádio não podem atingir a antena do chip e a ressoar, então o chip não pode ser acionado e não consegue se comunicar.
Brasil

Um chip que não está funcionando invalidará o e-passaporte e não conseguirei entrar?

A ICAO (Organização Internacional de Aviação Civil) declarou de forma definitiva que um e-passaporte com um chip que não funciona deve ser considerado como um documento legítimo de viagens, e o detentor não deve ter a sua entrada recusada com base somente nisso. Foi reconhecido que uma pequena porcentagem dos chips falhará devido a causas naturais.
Brasil

Os criminosos podem roubar a sua identidade ao ler de forma remota o seu e-passaporte?

O e-passaporte é protegido contra leitura não autorizada e escuta ilegal por Controle Básico de Acesso, e em alguns casos, por escudos metálicos. Para superar o BAC e obter acesso os criminosos tem que ou ter o e-passaporte em suas mãos (em cujo caso eles podem simplesmente ler os dados impressos); ou ter o e-passaporte no campo de sua leitora por anos enquanto tentam um ataque de força bruta.
Brasil

Os e-passaportes variam de país para país?

Este comentário é geralmente feito a partir da comparação dos passaportes de diferentes países para classificá-los ou para tentar identificá-los de forma remota. Praticamente todos os e-passaportes estão em conformidade com o padrão ICAO Doc 9303 (ICAO se refere a Organização Internacional de Aviação Civil, uma organização das Nações Unidas que contribui para a regulamentação da aviação civil internacional). Eles também implementam um conjunto de padrões mínimos de segurança.
Brasil

O chip sem contato no e-passaporte está sujeito a falhas?

A falha do chip foi certamente uma preocupação do ICAO Grupo de Trabalho de Novas Tecnologias. A Organização Internacional de Aviação Civil é uma organização das Nações Unidas que contribui para a regulamentação da aviação civil internacional. A maioria dos países aconselha seus cidadãos a tomar cuidado com seu e-passaportes, para não dobrá-lo, torcê-lo ou furá-lo. Existiu uma questão da garantia que as empresas do chip dariam para seus chips, dado que não existia nenhuma experiência de chips em passaportes antes.
Brasil

O e-passaporte foi apresentado para razões de facilitação?

As razões por trás deste mito é mais ou menos essa: com os e-passaportes os governos podem introduzir controles de fronteira automáticos para facilitar a passagem de viajantes por suas fronteiras. Isso leva a uma economia de dinheiro, mas também a uma diminuição nos padrões uma vez que de alguma forma os criminosos enganam os sistemas biométricos com cirurgia plástica, lentes de contato ou impressões digitais de borracha. Todo o sistema se torna uma "evidente falha de segurança".

Brasil

O e-passaporte substitui as autoridades de fronteira?

Os e-passaportes não foram projetados e não tem a intenção de substituir o julgamento de autoridades de fronteira. Sempre confiamos em humanos para interferir e determinar a admissão no estado e esta tecnologia somente está aqui para ajudar. O e-passaporte é um passaporte tradicional com chip eletrônico. Ele ainda tem as características de segurança tradicionais - marcas d'água, tintas especiais etc., que são verificados pela autoridade de fronteira. A mesma autoridade é treinada para procurar sinais de desconforto no detentor que possam indicar uma intenção oculta.
Brasil

O e-passaporte pode ser facilmente clonado e é vulnerável?

Este é um mito comum que geralmente surge de hackers e jornalistas afirmando que conseguiram "fazer isso"!. Tudo que eles conseguiram fazer é ler os dados do chip do e-passaporte (após satisfazer a proteção BAC conforme padrão) e programar outro chip com os mesmos dados. Ler os dados do chip é exatamente como o sistema deve funcionar. Programar outro chip com os mesmos dados é tão útil quanto fotocopiar um passaporte tradicional - não vai fazer com que uma pessoa diferente consiga passar pelo controle de fronteira.
Brasil

O e-passaporte é lido em dois estágios, isso atrasa o processamento na fronteira?

Escritores que desejam enfatizar a lentidão de processamento na fronteira descrevem a leitura do e-passaporte como um processo de duas etapas, usando duas peças distintas de equipamento. Primeiro a MRZ (Zona de Máquina de Leitura) é lida usando uma leitora óptica, e então o chip é lido usando uma leitora de Rádio Frequência (RF). Embora este cenário seja possível, existem várias leitoras combinadas (ópticas e RF) no mercado, que poderiam executar as duas leituras de forma contínua.

Brasil

Páginas

Subscrever passaporte eletrônico