Passaporte biométrico

Mais de 50 países em todo mundo estão substituindo os antigos passaportes em papel pelos novos passaportes eletrônicos (e-passaportes). Os novos e-passaportes contêm características eletrônicas de segurança que são projetadas para impedir que qualquer pessoa que não seja você use aquele passaporte. O uso destes e-passaportes leva a uma experiência de viagem mais segura e protegida. Em um esforço para adicionar mais uma camada de segurança, todos os países da União Europeia, e outros países, estão trabalhando para adicionar características biométricas aos e-passaportes. Os Estados Unidos, também, estão considerando a adição de características biométricas aos e-passaportes. Estes novos passaportes são chamados passaportes biométricos.

> Tecnologia de passaporte biométrico
Como os e-passaportes, o passaporte biométrico parece um passaporte comum, mas possui um chip de cartão inteligente (smart card) sem contato embutido em uma das capas ou páginas do passaporte. O chip de cartão inteligente sem contato é como um computador com um software especial de segurança dentro de seu passaporte. Ele é chamado sem contato porque é um aparelho sem fio, mas somente pode se comunicar em distâncias muito pequenas de poucos centímetros.

Passaportes biométricos adicionalmente contêm algum tipo de identificador biométrico. Esta é uma característica de segurança baseada no uso de “algo que você é” para confirmar a sua identidade. Impressões digitais dos dedos ou da palma da mão e escaneamento da íris são exemplos de identificadores biométricos. A biometria é uma excelente forma de assegurar que alguém é quem diz ser, porque ela vincula a identificação a uma parte física do corpo, que é a verdadeira raiz de nossa identidade. Com a biometria em e-passaportes internacionais, a pessoa apresentando o passaporte pode ser verificada como seu detentor.

>Informações armazenadas em passaportes biométricos
As informações armazenadas em um passaporte biométrico são as mesmas que as informações armazenadas em um epassaporte, com a adição do identificador biométrico. Isso significa que, além do identificador biométrico, as únicas informações pessoais armazenadas no chip do passaporte biométrico são as mesmas informações que estão impressas na página de dados do passaporte (nome, data de nascimento etc.). Ele também inclui uma versão digital da fotografia. Além disso, existem outras informações digitais de segurança armazenadas no chip que provam que o passaporte e seus dados são autênticos.

>Características de segurança de passaportes biométricos
E-passaportes e passaportes biométricos são um documento de viagem muito mais seguro do que um passaporte tradicional de papel. O chip do cartão inteligente sem contato tanto nos e-passaportes quanto nos passaportes biométricos os tornam virtualmente impossíveis de serem falsificados. Quando o passaporte é personalizado para um indivíduo, as informações dentro do chip são “assinadas” usando um tipo de selo eletrônico. Este “selo”, chamado de assinatura digital, pode ser verificado usando um leitor no controle de passaportes para provar que o passaporte foi emitido por uma autoridade governamental legítima. Ninguém mais pode duplicar este selo, desta forma ninguém pode falsificar um e-passaporte ou passaporte biométrico.

Nada pode ser alterado dentro do chip de seu e-passaporte ou passaporte biométrico, mesmo em uma fronteira estrangeira por agentes oficiais. Qualquer tentativa de alterar as informações do passaporte em seu chip quebraria o selo, ou assinatura digital, que é exclusivo para seus dados e foi colocado no lugar pela autoridade emissora do passaporte. Qualquer alteração dos dados seria imediatamente detectada pelo leitor de passaporte eletrônico e também pela autoridade de controle da fronteira.

Ninguém pode ler ou acessar as informações no chip de segurança em um e-passaporte ou passaporte biométrico sem você saber, mesmo se alguém estiver próximo a você com um leitor especial, por exemplo, uma vez que o passaporte está protegido por segurança de controle de acesso. Embora existam padrões globais, cada país determina como implementará a segurança de acesso ao passaporte eletrônico.

> Como os passaportes biométricos funcionam no controle de fronteira
Cada país pode ter métodos superficialmente diferentes em suas fronteiras. Esta é uma descrição geral do que você pode esperar. O processo é muito semelhante ao processo do uso de e-passaportes. A autoridade passa a página de dados em um leitor especial para ler as linhas de caracteres impressos na parte de baixo da página de dados. Isso fornece uma chave que é exclusiva para o passaporte e permite que o processo prossiga. Os dados no monitor também verificam que uma autoridade legítima emitiu o seu passaporte, e que ele não foi alterado.

Em seguida, a autoridade segura seu passaporte aberto sobre outro leitor, e você pode ter que apresentar o seu identificador biométrico (impressão digital, íris etc.). A autoridade verifica os dados biométricos, então compara você com a foto em seu passaporte, assim como todos os dados de seu passaporte (inclusive sua foto) no monitor. Este processo não leva muito tempo, mas permite que você viaje de forma mais segura, e com suas informações pessoais protegidas.

Três coisas para lembrar sobre passaportes biométricos
> O uso de características biométricas é uma excelente forma de assegurar que alguém é quem diz ser, porque ele vincula a identificação ao corpo físico de alguém.
> O chip de cartão inteligente sem contato tanto nos e-passaportes quanto nos passaportes biométricos os tornam virtualmente impossíveis de serem falsificados.
> Nada pode ser alterado dentro do chip de seu e-passaporte ou passaporte biométrico, mesmo em uma fronteira estrangeira por agentes oficiais.

0